OK
Close

'Somos a bola da vez', diz prefeito

Monte Mor

ANDRÉ ROSSIMONTE MOR | 22/03/2016-22:30:45 Atualizado em 23/03/2016-19:57:21
Divulgação
VISTA AÉREA | A exploração das áreas são 'puxadas' pela duplicação da SP-101 e ampliação de Viracopos

As áreas que hoje correspondem à cidade de Monte Mor, que hoje completa 145 anos, eram habitadas por índios da tribo tupi-guarani antes mesmo do descobrimento do Brasil, em 1500. Mais tarde, já no século 18, fatores como a boa qualidade do solo, água em abundância, com rios, ribeirões e córregos, e sua localização, influenciaram na vinda de cargueiros de Piracicaba, que conduziam suas mercadorias agrícolas e as comercializavam em São Paulo e Santos.
Hoje, três séculos depois, a quantidade de terras e a localização continuam colocando Monte Mor como um destino adequado para comerciantes, segundo o prefeito Thiago Assis (PMDB). Atualmente, os principais motivos que influenciam nisso são a duplicação da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101) e as obras de ampliação no Aeroporto Internacional de Viracopos.
"Hoje, as empresas têm orgulho de estar em Monte Mor. Recentemente, tivemos a Tetra Pak aumentando seus investimentos na cidade, e a CBP, fábrica de colchões, expandindo a empresa para outro terreno do município. A gente observa que ao longo da rodovia, novas empresas estão chegando e os empresários continuam procurando a prefeitura para se instalar na cidade", explicou.
Para facilitar o acesso das empresas ao aeroporto, o prefeito afirmou que busca formas de pavimentar a estrada vicinal que liga Monte Mor diretamente a Viracopos. "Estamos buscando realizar esse projeto através do governo federal, para que melhore ainda mais essa ligação. Também pedimos para a Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) e para a concessionária Rodovias do Tietê que melhore alguns acessos e instale algumas passarelas na SP-101 para facilitar a locomoção em determinados pontos", disse Assis.