OK
Close

Cidade tem duas das quatro indústrias de travesseiros do País

Nova Odessa

23/05/2017-20:56:28 Atualizado em 25/05/2017-16:05:53

Das quatro indústrias de travesseiros de pena e plumas de ganso existentes no Brasil, duas delas ficam em Nova Odessa. E são da mesma família, Reibel. Porém, as administrações são diferentes. Uma delas, a Daune Travesseiros de Pena Limitada, atende 60% do mercado. As outras três empresas - inclusive a Miabel Penas e Plumas de Ganso, também situada em Nova Odessa - concentram 40% do mercado, segundo o diretor comercial da Daune, Marcello Luiz de Souza.
As outras indústrias ficam em Santa Catarina e Caieiras (SP). A Daune foi fundada em 1994 pelo patriarca da família, Ingo Reibel, que veio da Alemanha e se fixou na cidade. Hoje, a empresa fabrica travesseiros e edredons de penas e plumas de ganso, pillowtop (protetor de colchão com enchimento de penas e plumas) e capas protetoras de travesseiro. Com 48 funcionários, a indústria fabrica 200 mil peças por mês, informou o diretor.
Hoje, a empresa fornece seus produtos para hotéis estrelados do Brasil como Fasano, Copacabana Palace, Emiliano, além de lojas para cama, mesa e banho, colchões, móveis e decorações e hipermercados. Em 2014, a empresa obteve o Troféu Fornecedor Destaque da Hotelaria 2014 na categoria Travesseiros.
O diretor explica que o travesseiro com pena e pluma de ganso é 100 % natural, com revestimento 100% algodão e o material mantém a temperatura do corpo, além de atender qualquer biotipo. Sem falar que a pena não é um ambiente propício para proliferação de ácaro, pois o material é a base de queratina, mesma substância que reveste o cabelo humano. | CLAUDETE CAMPOS