OK
Close

Bom profissional tem de ser um atleta

Empregos

CLAUDETE CAMPOSREGIÃO | 24/06/2017-00:51:54 Atualizado em 24/06/2017-17:35:38
Divulgação
TARSIA | Força de vontade, persistência e resiliência são os pontos

Para se sobressair em um mercado de trabalho tão competitivo, o profissional precisa ter perfil de atleta, especialmente o líder. Ou seja, tem de desenvolver algumas habilidades para superar as dificuldades, assim como os atletas. Força de vontade, persistência, resiliência, entre outras, fazem parte deste código genético.
Essa associação é feita pela psicóloga Tarsia Gonzalez, presidente do Conselho de Administração da Transpes e com especialização em gestão de pessoas, governança e estratégias. É que a carreira de esportistas profissionais de ponta, como os que conquistam medalhas olímpicas, depende de muita força de vontade e de foco extremo.
"Acompanhando a trajetória de alguns desses ídolos, percebemos que algumas características, como a superação diária, fazem parte da sua história para alcançar o sucesso. Executivos de sucesso têm muitas coisas em comum com os atletas, como a vontade de vencer, a dedicação para treinar e tornar-se cada vez melhor, o foco para tomar decisões rapidamente, a persistência diante de suas limitações, e a humildade, acima de tudo", explicou a especialista.
O modelo seguido pelos atletas profissionais pode ser adaptado para a carreira. Segundo Tarsia, o perfil do executivo de sucesso é o mesmo do atleta, o de alguém que não se abate pelo estresse e pelos desafios diários ou pelas oscilações do mercado.
A especialista diz que o entusiasmo é o principal combustível para qualquer empreendimento bem-sucedido. "Um gestor motivado também motiva seus colaboradores, assim como uma pessoa motivada é capaz de conquistar parcerias importantes", disse Tarsia. "O entusiasmo é combustível, faz de nós pessoas sonhadoras, empreendedoras, criativas. Quando a vontade de esvai, todo o resto fica comprometido", explicou.
Dedicação também faz parte do pacote. Construir uma carreira de sucesso exige esforço, coragem, dedicação, treino e disciplina e, principalmente, não ter medo das dificuldades. Assim como os esportistas, os profissionais precisam ter foco, saber onde querem chegar e traçar metas. "A pessoa bem sucedida tem um objetivo forte, assim como o atleta, e quer vencer", define a especialista.
Toda carreira é feita de altos e baixos, então é necessário ser persistente, tal qual os atletas. "Quem quer vencer precisa estar preparado para a derrota, para se reerguer constantemente, e sempre se reerguer", lembra Tarsia.
Também faz parte deste perfil a resiliência, saber modificar o comportamento de acordo com as necessidades do caminho. "O ser humano é resiliente por natureza, mas usarmos essa característica para nos motivarmos constantemente é um grande desafio e pode fazer a diferença", ressalta a psicóloga.
Mais do que esse DNA de atleta, o profissional também deve avaliar suas habilidades para saber quais cargos pode ocupar. E faz uma analogia novamente com o esporte, para avaliar se poderia ser um atleta de alta performance na empresa. Se puder desenvolver todas essas habilidades é porque tem talento para liderar equipes a altos níveis de desempenho. Agora, se escolher um esporte estratégico, talvez tenha talento para assumir posições de planejamento.
"É incrível como o mundo do esporte, tão competitivo e ao mesmo tempo tão atraente, pode ser uma inspiração para o mundo dos negócios. Ainda vemos o trabalho como algo separado da nossa vida pessoal, por exemplo. Mas um esportista vive sua arte, seu esporte, ele respira aquela vibração, aquela disciplina, aquele desejo de vitória. Que tal pensar um pouco se o que está faltando em sua vida não é a paixão que faz do esporte tão adorado por multidões?", questiona a especialista.