OK
Close

'Meu pai me influenciou pelo exemplo'

Americana 142 anos

ANDRÉ ROSSIAMERICANA | 26/08/2017-19:10:42 Atualizado em 26/08/2017-19:37:33
Claudeci Junior | TODODIA Imagem
famÍLIA | Prefeito trabalhou na campanha do pai, Abdo Najar, em 1968; quadro de Abdo está no gabinete de Omar

Omar Najar (PMDB) foi eleito prefeito de Americana em 2014, 46 anos depois de seu pai, Abdo Najar, ser eleito para comandar o Executivo local. Com uma série de coincidências nas trajetórias de pai e filho, Omar afirma que o exemplo do pai lhe serviu de motivação para entrar na via política.
"Meu pai me influenciou pelo exemplo, sempre o vi como um bom prefeito e administrador, o que também me influenciou para entrar na política. (...) Eu fui o primeiro tesoureiro do MDB em Americana, participei da campanha dele (Abdo) em 68, estive em todos os atos políticos eleitorais daquele período", disse Omar.
Abdo Najar foi eleito em 1968, depois do afastamento do prefeito da época, Jairo de Azevedo, e dos vereadores João Batista de Oliveira Romano, Décio Vitta e Jair de Camargo comandarem temporariamente o Executivo. Situação que lembra a enfrentada recentemente por Omar: o prefeito Diego De Nadai havia sido cassado e o vereador Paulo Chocolate assumiu interinamente.
"Apesar de haver alguma semelhança, há muitas diferenças também. Os desafios do meu pai foram muito diferentes dos meus, já que a cidade se encontrava em momentos financeiros diferentes. O ambiente era outro", analisa Omar.
Outras coincidências entre os dois políticos também chamam a atenção, como o fato de Omar não usar carro oficial da prefeitura. Porém, o filho ressalta que a principal característica que tenta manter do pai é a transparência.
"A administração transparente... Ele sempre teve um bom senso de administração e é também o que eu busco", diz o peemedebista.