OK
Close

Igreja busca recursos para reforma

Americana 142 anos

CLAUDETE CAMPOSAMERICANA | 26/08/2017-19:11:04 Atualizado em 26/08/2017-19:49:44

Com 120 anos de história, a antiga Igreja Matriz de Santo Antônio vai passar por um completo processo de restauração. A Basílica Santuário Santo Antônio de Pádua entrou com projeto no Ministério da Cultura para captar R$ 2.194.793,59 junto à iniciativa privada pela Lei Rouanet para executar a primeira fase do projeto. Ainda não há previsão de início das obras, pois tudo vai depender da captação dos recursos. Neste mês, a igreja foi declarada como patrimônio histórico do município, seis anos após o início do processo de tombamento.
Depois de iniciada, a restauração da primeira fase, de reconstrução do telhado, vai demorar um ano e meio para ficar pronta. Como a igreja não tem um estilo arquitetônico definido e passou por várias reformas ao longo do século, a intenção é deixá-la mais próxima de sua construção original. O templo religioso fica entre as ruas Jorge Jones, Capitão Corrêa Pacheco, Doze de Novembro e Heitor Penteado, no Centro.
A igreja foi interditada em abril do ano passado pela Defesa Civil por causa dos riscos de desabamento do telhado. Desde então está fechada para realização das celebrações da igreja. A reportagem visitou o prédio com a arquiteta Juliana Binotti Pereira Scariato, nesta semana, que fez o projeto para restauração da igreja. Ela informou que o trabalho será bastante detalhista e exigirá mão de obra especializada.
A igreja espera a obtenção do selo da lei para obter a autorização para começar a captar os recursos para o restauro. Segundo Juliana, a partir da captação de 20% do valor estimado já pode começar a obra. Além disso, a igreja tem feito promoções e eventos para angariar recursos para o restauro. Um deles vai ser o sorteio de um carro no dia 12 de outubro.
Além de visitas ao local, a arquiteta analisou material ilustrativo e fotos antigas de casamentos, batizados e outras celebrações do templo religioso. A Basílica de Santo Antonio promoveu a campanha Retrato do Passado e a comunidade cedeu fotos que ajudaram na reconstituição da igreja antiga.
Já faz um ano e meio que se debruça sobre o projeto. Em um século e duas décadas, passou por reformas nas décadas de 20, 30, 40 e 60. A última foi em 1996 e 1997. Nesse período, as janelas de madeira também foram substituídas por material de ferro. Segundo Juliana, predomina o ecletismo, porque houve uma mistura de estilos na igreja.
UM POUCO DE HISTÓRIA
A Igreja Matriz velha de Santo Antonio foi construída em 1897 com a colaboração dos imigrantes italianos e pelos colonos da extinga Fazenda de Santo Grande. Santo Antonio de Pádua era o padroeiro da comunidade. A área da casa paroquial, ao lado da igreja, foi doada pelo Capitão Ignácio Correa Pacheco. A primeira missa foi celebrada na igreja em 13 de junho de 1897. O primeiro pároco foi Francisco de Campos Barreto.