OK
Close

Comprar em leilões exige cautela

Imóveis

claudete campos região | 09/09/2017-19:41:59 Atualizado em 09/09/2017-19:36:48
Divulgação
ZUKERMAN | Às vezes, não é possível visitar local leiloado

Comprar casa ou apartamento em leilões pela Internet pode ser um bom negócio para quem tem dinheiro para investir, mas exige cuidados. Foi o que apontou André Zukerman, diretor da Zukerman Leilões. É que essa modalidade de compra tem muitas minúcias, desde a habilitação dos candidatos até a forma de pagamento do imóvel.
Normalmente esses imóveis foram retomados por falta de pagamento ou para quitar dívidas trabalhistas ou são comercializados por pessoas que precisam levantar dinheiro de forma rápida. Então os pregões podem ser judiciais ou extrajudiciais.
Segundo Zukerman, a maioria das pessoas que compra imóvel por leilão é motivada pelo preço, pois é possível encontrar oportunidades com descontos de até 60% em relação ao praticado no mercado. Contudo, além do valor do arremate há uma taxa de 5% sobre o total a ser pago ao leiloeiro.
Sem falar nos gastos com registros, impostos, documentações, condomínio, entre outros. Por isso é bom pôr tudo no papel. O especialista recomenda fazer uma reserva para possíveis reformas.
Zukerman orienta o interessado a entender o cenário e fazer comparativos de valores. "No caso de leilões, por vezes não é possível visitar a casa ou o apartamento por estarem ocupados. O recomendado, entretanto, é conversar com o zelador e moradores do bairro para saber informações, como o valor médio praticado na região, a proximidade de lojas e mercados e o perfil dos atuais moradores", sugeriu.
Também é muito importante ler o edital, para saber se está envolvido em processo judicial, se está ocupado, se tem dívidas e as condições de pagamento. O pagamento varia de acordo com o imóvel. Em alguns casos, são exigidos pagamentos à vista, em outros, entrada e em outros, pode ser feito financiamento para pagamento em até 36 meses. Por isso o especialista recomenda consultar um advogado, para analisar o edital.
Outra dica de Zukerman é para as pessoas manterem controle emocional para não se empolgarem e darem lances além de sua capacidade financeira. "Participar de leilões é empolgante e uma vez que o lote é arrematado, não é possível desistir da compra. Por isso, mantenha o controle emocional e não se permita ultrapassar o valor que já havia sido definido anteriormente em seu planejamento pessoal", sugeriu.
Somente na última sexta-feira (8) haviam 24 leilões programados para cidades da Região Metropolitana de Campinas.
Foram anunciadas 14 oportunidades em Itatiba, quatro em Campinas e uma cada em Americana, Artur Nogueira, Monte Mor, Paulínia, Santa Bárbara d'Oeste e Sumaré.