OK
Close

Efeitos do envelhecimento

TodaGente

Texto | Claudete Campos Fotos | Divulgação | 09/09/2017-20:01:13 Atualizado em 09/09/2017-21:07:07

O envelhecimento causa uma série de mudanças no corpo e no metabolismo das pessoas. Um desses efeitos ocorre sobre os sistemas urinário e genital. O urologista Cássio Riccetto, professor Livre Docente pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), fez uma série de esclarecimentos sobre o assunto em palestra promovida pela Associação Paulista de Medicina e Associação Médica de Americana, no final de agosto. O médico falou sobre as contribuições que os urologistas podem prestar aos cuidados dos idosos.
"São vários os efeitos do envelhecimento sobre o sistema urinário e genital. Nos homens, merecem destaque as doenças da próstata e as alterações da ereção. A grande maioria dos homens apresenta crescimento progressivo da próstata ao longo da terceira idade, que causa diminuição da força do jato urinário, esvaziamento incompleto da bexiga e aumento das micções noturnas", explicou o médico.
Tal condição, explica, não tem relação com o câncer da próstata, que representa um dos tumores malignos mais frequentes nos homens, e que desenvolve-se no mesmo órgão. Ambas doenças têm origem a partir de uma predisposição genética, não sendo possível sua prevenção, mas seu diagnóstico precoce permite tratamento muito eficaz, na maioria das vezes por meio de técnicas minimamente invasivas.
INCONTINÊNCIA
Nas mulheres, informa o médico, a principal doença urológica na terceira idade é representada pela incontinência urinária, ou incapacidade de conter a urina. A prevenção deve ser feita a vida toda e visa o combate à obesidade, boa assistência médica durante as gestações e partos, controle da constipação intestinal e prática de atividades físicas regularmente, orientou o médico.
"Apesar do conceito popular de que a incontinência urinária exige sempre tratamento cirúrgico, na verdade há situações clínicas diferentes, e vários tratamentos disponíveis. Dessa forma, ao contrário do conceito do passado, é importante que a perda de urina não seja considerada como algo inevitável ou intratável no envelhecimento das mulheres", orientou o médico.
Urogeriatria
A chamada "Urogeriatria" não é uma especialidade médica, mas constitui a interface entre a Urologia e a Geriatria Clínica. Surgiu da necessidade de oferecer tratamento especializado às alterações urinárias que acometem os idosos, os quais correspondem à parcela crescente da população. A Urogeriatria tem como objetivo a abordagem preventiva do envelhecimento dos orgãos genitais e do aparelho urinário, bem como o tratamento clínico e cirúrgico das doenças desses órgãos em pacientes idosos.
Sexo na terceira idade
O médico ressaltou que o aumento da expectativa e da qualidade de vida tornou os aspectos da vida sexual relevantes para parcela crescente dos idosos. "Nesse sentido, seja para homens como para mulheres, existem terapias que podem ser propostas visando tornar as experiências sexuais dos casais idosos plena e prazerosa", informou. "Vivemos num mundo em envelhecimento. Dessa forma, é dever da sociedade preparar-se para atender de forma satisfatória as novas expectativas e demandas dos idosos do terceiro milênio", disse o médico.