OK
Close

Operação da PF e MPF tem 2ª fase em Valinhos

Cidades

ANDRÉ ROSSI VALINHOS | 11/09/2017-22:45:36 Atualizado em 11/09/2017-22:42:07
Arquivo | TODODIA Imagem
'HIPÓCRITAS' | 2ª fase ontem

O MPF (Ministério Público Federal) e a PF (Polícia Federal) cumpriram ontem mandados de busca e apreensão e mandados de condução coercitiva em Valinhos, Sorocaba, São Caetano do Sul e São Paulo.
Os mandados, expedidos pelas 1ª e 9ª Varas Federais de Campinas, integram a 2ª fase da Operação Hipócritas, que investiga uma rede criminosa envolvendo médicos e empresas suspeitos de fraudar perícias em nome de grandes empresas para prejudicar os trabalhadores e a Justiça.
A segunda etapa da operação teve como objetivo a coleta de provas do envolvimento de novos suspeitos e empresas identificadas. "Dentre os alvos está uma médica de Sorocaba que vinha sendo nomeada perita pela Justiça em substituição a médicos peritos investigados na primeira etapa da operação", apontou o MPF, em nota.
Não foram divulgados outros detalhes sobre os mandados cumpridos em cada cidade e não houve coletiva de imprensa com um balanço sobre a operação.
Os investigados poderão responder pelos crimes de associação criminosa, de corrupção passiva e ativa e de lavagem de dinheiro.
PRIMEIRA FASE
Na primeira fase da operação, realizada em 31 de maio de 2016, MPF e PF revelaram uma ampla rede criminosa que atuava em perícias médicas e em processos trabalhistas nos quais o trabalhador afirmava ser portador de doença ocupacional ou ter sofrido acidente de trabalho.
A investigação revelou que alguns médicos financiados pelas empresas ajustavam o pagamento de vantagens indevidas a médicos peritos judiciais para emissão de laudo pericial favorável. Quando as empresas não aceitavam pagar a propina, o laudo emitido era desfavorável.