OK
Close

HOMICÍDIO

Fogo Cruzado

09/09/2017-19:39:56 Atualizado em 09/09/2017-19:35:24

A vereadora de Santa Bárbara d'Oeste Germina Dottori (PV) mostrou indignação no Facebook ao comentar o homicídio da balconista Lorena Aparecida dos Reis Pessoa, 29, assassinada pelo policial militar Carlos Alberto Ribeiro, 36, com seis tiros, na madrugada de anteontem. "O que está acontecendo? Mais uma ataque brutal contra a mulher, meu Deus nossa cidade está entrando numa das piores estatísticas, onde vamos parar! Que a JUSTIÇA seja feita!! Que Deus possa consolar o coração desta família", escreveu a parlamentar.
REPRESENTATIVIDADE
A deputada federal Ana Perugini (PT) publicou em rede social dados sobre a representatividade da mulher na política e um alerta sobre a questão no Brasil. "A falta de presença de mulheres na política é um dos problemas enfrentados hoje no Brasil, que ocupa a 155ª posição no ranking mundial da ONU (Organização das Nações Unidas), com pouco mais de 10% de participação feminina no parlamento. A média mundial de cargos eletivos no legislativo ocupados por mulheres é de 21,8%. Na América Latina e Caribe, esse índice é ainda maior, representando 27% das vagas. No Brasil a realidade é diferente. No âmbito da América Latina e Caribe o País ocupa a 19ª colocação, ficando a frente apenas do Haiti. Pelo menos 85 países utilizam ou já utilizaram um sistema de reserva de vagas para mulheres no parlamento afim (sic) de garantir uma participação efetiva delas na política. Participe conosco e cobre dos parlamentares o apoio às mulheres", incentivou.
MUDANÇA EM ESTUDO
A presidente da Câmara de Nova Odessa, Carla Lucena (PSDB), acompanhada dos demais vereadores da Mesa Diretora, Avelino Xavier Alves, o Poneis (PSDB) e Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho do Klavin (PMDB), se reuniu com a diretoria do IZ (Instituto de Zootecnia) de Nova Odessa para debater sobre a possibilidade de transferir a sede do Poder Legislativo para um dos prédios do instituto. A medida, que começará a ter sua viabilidade economicamente estudada, visa trazer economia de recursos públicos tanto para a Câmara quanto para o IZ, de acordo com a assessoria do Legislativo.
COMPARTILHAMENTO
De acordo com Renata Helena Branco Arnandes, diretora Geral do instituto, a ideia de compartilhar o espaço é bem vista pela direção do IZ. "O compartilhamento de espaço é algo viável economicamente e que acontece no mundo todo. Por que não implantarmos no Estado mais rico da Federação?", disse ela, segundo a assessoria da Câmara. A diretora geral explicou que o IZ tem um prédio de 3 mil metros quadrados ocioso e o colocou à disposição do poder público de Nova Odessa, ainda de acordo com o Departamento de Comunicação.
APOIO
O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB), que participou da reunião, disse que toda medida que vise economia aos cofres públicos terá seu apoio. "Governar em tempos de crescimento econômico é fácil. No momento de crise pelo qual passamos, é preciso ter compromisso com o dinheiro público e usar a criatividade. Por isso iniciativas como esta são fundamentais", disse.