OK
Close

AÇÕES CONTRA DENGUE

Fogo Cruzado

13/09/2017-00:09:03 Atualizado em 13/09/2017-00:08:27

O vereador de Americana Thiago Martins (PV) encaminhou um requerimento à Prefeitura de Americana questionando quais ações de combate à dengue estão sendo realizadas pelo Executivo nessa época de baixa incidência de chuvas. De acordo com o parlamentar, Americana e cidades vizinhas apresentaram casos de epidemia de dengue, grande parte devido à falta de conscientização da população. No requerimento, o vereador pergunta ao Executivo se, com a proximidade da estação chuvosa, já existe algum planejamento de intensificação na prevenção e quais formas serão usadas no combate do mosquito. Questiona, ainda, quantos casos foram registrados em 2016 na cidade e como a prefeitura pretende reduzir esse número. O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em plenário, na sessão ordinária de amanhã.
AGROTÓXICOS 1
Após o projeto de sua autoria vetando a aplicação de agrotóxicos por pulverização ter recebido um pedido de adiamento por 60 dias, na sessão de 22 de junho, o vereador de Americana Sérgio Fioravante Alvarez, o Professor Padre Sérgio (PT), protocolou na Câmara requerimento no qual pede informações sobre essa fiscalização no município. No documento, o parlamentar afirma ter recebido uma cópia de um inquérito civil que apura as causas de mortes de abelhas na região de Rio Claro por suposta aplicação incorreta de agrotóxicos. "Sabemos que a prática da pulverização aérea de agrotóxico é realizada com frequência na região da Represa do Salto Grande, justamente em local que possui inúmeras nascentes de água e com agravante de estar próximo da captação de água municipal", afirmou o parlamentar.
AGROTÓXICOS 2
No requerimento, o vereador pergunta se é de conhecimento do Executivo a prática de pulverização aérea, especialmente em região de captação de água; se há fiscalização das empresas e que medidas são tomadas para que elas se adaptem à legislação vigente. Questiona ainda se as empresas fazem a contribuição através de impostos e também para o auxílio na saúde dos americanenses. O pedido irá a plenário na sessão de amanhã.
DESASSOREAMENTO
O vereador de Santa Bárbara d'Oeste José Luis Fornasari, o Joi (SD), encaminhou ofício anteontem à tarde ao diretor-superintendente do DAE (Departamento de Água e Esgoto), Rafael Piovezan, informando que não há mais necessidade de solicitação de outorga ao Daee (Departamento de Água e Energia Elétrica do Estado de São Paulo) para realizar desassoreamento em represas e rios estaduais. O parlamentar foi informado do assunto por meio de publicação do Consórcio PCJ a respeito da Portaria 1630/2017, que extingue essa necessidade. "Sem a necessidade do pedido de outorga, a prefeitura pode garantir mais celeridade ao desassoreamento do Ribeirão dos Toledos e das represas do município", afirmou Joi.
OSTOMIZADOS
Foi aprovado na sessão de anteontem da Câmara de Hortolândia um projeto de lei que reconhece as pessoas ostomizadas como pessoas com deficiência física para fins de atendimento prioritário. O projeto do vereador Francisco Pereira da Silva Filho, o Ceará do Horto (PSC), garante o documento de identificação aos portadores. A alegação do parlamentar é que a cirurgia de ostomia "causa profundas alterações no modo de vida das pessoas" alterando sua "fisiologia, autoestima e imagem corporal".