OK
Close

Músicos tocam em topos de edifícios

Cultura e Entretenimento

12/09/2017-22:37:58 Atualizado em 12/09/2017-22:34:38
Arquivo | TODODIA Imagem
mc guimê | Funkeiro é uma das atrações do programa

Brincando com o título, o programa "São Paulo nas alturas" reuniu diferentes bandas e vozes da maior metrópole brasileira para tocar em cima de edifícios famosos. Os episódios com shows do NX Zero, CPM 22, Manu Gavassi, Mc Guimê e outros nomes da música nacional foram gravados ao longo do ano e estreiam no dia 29 de setembro no canal "E!".
"É clássico tocar no palco mas é mais inspirador também fazer um som num lugar diferente", disse Di Ferrero, vocalista do NX Zero. O show da banda foi gravado no topo do Edifício Martineli, um dos tradicionais mirantes de São Paulo que, além de famoso pela vista incrível, também é lembrado por ser, segundo as lendas, mal assombrado.
Di também comentou que a experiência foi memorável: "No palco, às vezes eu registro várias cenas das músicas que estamos tocando. Aquele pôr do sol, no fim do dia, com aquele ambiente tipo clipe do Red Hot", disse ele.
Manu Gavassi, que participou do programa e do show de lançamento, comentou que a gravação nas alturas foi muito diferente. "A gente estava lá com a banda inteira, em cima de um prédio lindo, no centro de São Paulo e ventando pra caramba. Foi uma delícia!"
Patrícia Mitsube, diretora comercial do "E!", disse que a ideia era fazer uma produção nacional inovadora. "A gente queria um programa que dialogasse com São Paulo, que é uma cidade tão eclética e abraça tantas culturas e gêneros musicais."
A intenção foi convidar bandas que se relacionassem de maneiras diferentes com a cidade.
O vocalista da banda CPM 22 conta que, embora não seja apegado ao seu bairro, aprendeu a valorizar São Paulo quando entrou em turnê e viajou Brasil afora. "Eu amo esse lugar, não conseguiria viver em nenhuma outra cidade!"
O CPM 22 também tem um disco inspirado na metrópole, o Cidade Cinza, uma homenagem misturada à crítica da cidade de São Paulo. Para o show nas alturas, o grupo escolheu músicas novas e outros sucessos da banda.
Di Ferrero explicou que as músicas escolhidas para o show do NX Zero no topo do Edifício Martineli foram inspiradas pelo aspecto urbano.
"Tentamos escolher algumas músicas que combinassem com o lugar, que tivessem a ver com o clima, que fossem emblemáticas para aquele horário e combinassem com o visual."
| FOLHAPRESS