OK
Close

Cueva sela paz com Rodrigo Caio e pede desculpas

Esportes

11/09/2017-23:24:04 Atualizado em 11/09/2017-23:19:43

O São Paulo anunciou que Christian Cueva seria o entrevistado do dia no CT da Barra Funda, no fim da tarde de ontem. O peruano, figura rara para conversar para as coletivas no clube, apareceu na sala de imprensa para comentar a relação com Rodrigo Caio.
O zagueiro havia cobrado o meia publicamente quinta. Em resposta, o camisa 10 ironizou o companheiro após o duelo com a Ponte Preta sábado. Na ocasião, Cueva, ao ser questionado por repórteres sobre o momento do clube, se limitou a dizer: "Falem com o Rodrigo Caio".
Nesta segunda, mais cedo, a dupla teve conversa particular de pouco mais de dez minutos para esclarecer a confusão.
"Conversamos por Whatsapp antes e, hoje (segunda), falamos antes do treino, conversamos e foi bom. Depois de tudo isso, conversamos com o grupo, o que precisaria acontecer. O erro foi meu. Começaram a passar as imagens do que Rodrigo falou de mim, só vi isso, me irritei e agora peço desculpa publicamente a ele, aos companheiros e a todo o São Paulo", disse Cueva, que terminou a entrevista com um pronunciamento: "E queria falar uma coisa: nunca vou me esconder do meu grupo nos momentos ruins".
Após a conversa particular, Cueva e Rodrigo conversaram com o restante do elenco, comissão técnica e até dirigentes. O peruano não quis falar o que foi discutido na reunião, mas acredita que o saldo foi positivo.
O jogador negou qualquer frustração por não ter sido negociado com o futebol europeu e ainda defendeu a ideia das torcidas organizadas em fazer reunião com o grupo no CT: "Eles estão no direito deles. Nos momentos duros, também estiveram com a gente. Mas tem que ser uma conversa para somar".
Como a reunião entre os jogadores acabou por volta das 17h, houve pouco tempo para o técnico Dorival Júnior trabalhar o elenco, pois estava quase escurecendo. Por isso, o grupo fez algumas atividades mais leves e trabalho físico.
A novidade do treino foi a presença do volante Araruna, que, recuperado de um estiramento na coxa direita, fez a primeira atividade com o grupo. Ele se machucou no dia 8 de agosto, na derrota para o Bahia, fora de casa. | FOLHAPRESS