• Um pouco mais... por George Aravanis

    A estagiária e o museu

    Aquela desgastada máxima "posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direto de dizê-lo", atribuída erroneamente a Voltaire (na verdade foi sua biógrafa, Evelyn Beatrice Hall, quem escreveu algo semelhante), já já vai ganhar um adendo assim: "desde que não incomode ninguém"Aquela desgastada máxima "posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direto de dizê-lo", atribuída erroneamente a Voltaire (na verdade foi sua biógrafa, Evelyn Beatrice Hall, quem escreveu algo semelhante), já já vai ganhar um adendo assim: "desde que não incomode ninguém"...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Claudião X CR7

    Claudião aqui do jornal adora polêmica. Outro dia discutíamos quais são os craques em atividade no futebol mundial, e Claudião disparou: Neymar e MessiClaudião aqui do jornal adora polêmica. Outro dia discutíamos quais são os craques em atividade no futebol mundial, e Claudião disparou: Neymar e Messi...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Reforma política

    É sintomático da nossa cultura política que se discuta o tal fundo eleitoral, ou financiamento público de campanha, no exato momento em que nenhum brasileiro são daria dez conto pelo CongressoÉ sintomático da nossa cultura política que se discuta o tal fundo eleitoral, ou financiamento público de campanha, no exato momento em que nenhum brasileiro são daria dez conto pelo Congresso...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Leopoldo não quer filho

    Meu amigo Leopoldo (nome trocado a pedido de nosso protagonista) anuncia que não quer ter filhosMeu amigo Leopoldo (nome trocado a pedido de nosso protagonista) anuncia que não quer ter filhos...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Call center e o sr. Tu

    Quando me sinto meio pra baixo por motivos profissionais, lanço mão de um poderoso alento guardado em minhas lembranças: o tempo que trabalhei em call centerQuando me sinto meio pra baixo por motivos profissionais, lanço mão de um poderoso alento guardado em minhas lembranças: o tempo que trabalhei em call center...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    1925 foi hoje de manhã

    Mês passado um robô-jornalista (existe mesmo) do Los Angeles Times noticiou um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter na cidade californiana de Santa BárbaraMês passado um robô-jornalista (existe mesmo) do Los Angeles Times noticiou um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter na cidade californiana de Santa Bárbara...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Diga xis

    Outro dia contei aqui que o primeiro jornal em que trabalhei não tinha telefone, não tinha carro, não tinha câmera fotográficaOutro dia contei aqui que o primeiro jornal em que trabalhei não tinha telefone, não tinha carro, não tinha câmera fotográfica...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Claudião se rende à febre

    O Claudião aqui do jornal é um cara prático. Se alguém levanta e conta um absurdo, uma coisa quase sobrenatural tipo "Claudião, acredita que minha mãe sabe exatamente que horas são sem nem sequer olhar no relógio?", ele rebate com seu alheamento blasé: "E ela usa isso pra quê?" Claudião é assim, práticoO Claudião aqui do jornal é um cara prático. Se alguém levanta e conta um absurdo, uma coisa quase sobrenatural tipo "Claudião, acredita que minha mãe sabe exatamente que horas são sem nem sequer olhar no relógio?", ele rebate com seu alheamento blasé: "E ela usa isso pra quê?" Claudião é assim, prático...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Me dá um like aí

    Eu sempre me pergunto: nos tornamos mais idiotas de fato ou sempre foi tudo desse jeito? Não falo de você ou de mimEu sempre me pergunto: nos tornamos mais idiotas de fato ou sempre foi tudo desse jeito? Não falo de você ou de mim...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Profissão-identidade

    No colegial, a faxineira da escola era a mãe de um amigo. Quando esse cara se atracava com outro aluno da classe em alguma daquelas discussões de colegial em que vale tudo pra ofender o outro, o detalhe profissional era lembradoNo colegial, a faxineira da escola era a mãe de um amigo. Quando esse cara se atracava com outro aluno da classe em alguma daquelas discussões de colegial em que vale tudo pra ofender o outro, o detalhe profissional era lembrado...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    O porteiro e Dostoiévski

    Faz uns dez anos e eu já tinha bebido demais. Tomava a saideira com um colega de redação num boteco que funcionava em um desses trailers em CampinasFaz uns dez anos e eu já tinha bebido demais. Tomava a saideira com um colega de redação num boteco que funcionava em um desses trailers em Campinas...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Temer, Claudião, guerra

    Em março de 2009, cinco vereadores da pequena Igarapava, no interior paulista, foram presos em flagrante quando tentavam obrigar o prefeito da cidade a pagar um mensalinho de R$ 5 mil a cada umEm março de 2009, cinco vereadores da pequena Igarapava, no interior paulista, foram presos em flagrante quando tentavam obrigar o prefeito da cidade a pagar um mensalinho de R$ 5 mil a cada um...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    O mundo ideal

    No meu mundo ideal as pessoas fariam concurso público pra ser pai e mãe. Fariam concurso pra poder votarNo meu mundo ideal as pessoas fariam concurso público pra ser pai e mãe. Fariam concurso pra poder votar...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    André se revolta

    O André aqui do jornal é palmeirense roxo, verde, branco. Só o ouvi falar palavrão uma vez na vida, durante algum mata-mata em que o Palmeiras empatou ou virou lá pelos acréscimosO André aqui do jornal é palmeirense roxo, verde, branco. Só o ouvi falar palavrão uma vez na vida, durante algum mata-mata em que o Palmeiras empatou ou virou lá pelos acréscimos...

  • Um pouco mais... por George Aravanis

    Já sofreu o bastante?

    No meu primeiro emprego em jornal, em 2001, ganhava trezentos conto. Incluído o busão. O piso da categoria era uns oitocentosNo meu primeiro emprego em jornal, em 2001, ganhava trezentos conto. Incluído o busão. O piso da categoria era uns oitocentos...